Frequência Táxi

Esse post é um oferecimento da disciplina da Radiojornalismo II da professora Mariângela Torrescassana.

A proposta era criar um rádio documentário com pessoas que ainda veem no rádio a sua principal fonte de notícia, ou ainda pessoas que tiveram parte de sua vida marcada por este veículo de comunicação que, ainda hoje, é reconhecido pelas informações rápidas e de qualidade.

Confiram aí o programa produzido por mim e pela Ana Tomasi!

Coming from Floripa

Amanhã vai completar uma semana da visita que o repórter, blogueiro, jornalista, lindo e querido, Juliano Zanotelli, fez à Chapecó!

Ele participou de um bate-papo na Unochapecó com, ninguém mais, ninguém menos do que NÓS, acadêmicos do 7º período de Jornalismo.

Yes, nós aprendemos muito! Foi um espaço para discussão e perguntas muitos interessantes patrocinadas pela disciplina de Jornalismo Online, da professora Aline Dilkin.

Zanotelli falou do seu trabalho atual (como repórter do Diário Catarinense), e também relatou como idealizou e prosseguiu, até meados deste ano, com o Click RBS Chapecó.

Entre os assuntos mais abordados estiveram a questão do uso de imagens na notícia, a forma de escrever a notícia e a acessibilidade à informação, que deve sempre estar de acordo com o público que terá acesso à informação (ou seja, toooooodo mundo).

Entre os conceitos discutidos, o que mais chamou atenção foi uma frase da jornalista Veruska Tasca:

“Quem tem um bom texto irá escrever bem em qualquer plataforma, seja para impresso, rádio, para tevê ou mesmo para o online”

Enfim, a carreira deste profissional é um dos vetores de motivação para prosseguir em busca de um lugar ao sol como jornalista na web.

Ju, volte logo porque Chapecó sente sua falta! Hahahaha

Ju, volte logo porque Chapecó sente sua falta! Hahahaha